Municípios e Meio Ambiente.

Fenômeno recente nos municípios brasileiros, a presença de secretarias ou departamentos específicos na área de meio ambiente são cada vez mais comuns. Algumas políticas públicas desenvolvidas pelos estados podem ser apontados como responsáveis pelo explosão dessas estruturas nas cidades. Afinal, poucas coisas dão mais visibilidade nos dias de hoje do que disseminar informações sobre investimentos em sustentabilidade e educação ambiental.

No estado de São Paulo, por exemplo, a adoção de certificações como os selos verdes e outros são altamente estimulantes para as prefeituras. Muitas delas aproveitam o gancho para mobilizar sua população em ações ambientais como a limpeza e recuperação de áreas degradadas, implantação de sistemas de coleta de lixo e cooperativas de reciclagem . Na área de obras, a busca dos municípios tem se concentrados em investimentos maiores como a construção de estações de tratamento de água e esgoto e outros equipamentos importantes.

Para além das estruturas e obras é necessário que esses departamentos ou secretarias invistam seu tempo e recursos na formação, conscientização e educação das novas gerações. Até porque, as obras e estruturam são finitas e a manutenção delas não depende apenas de meras ferramentas ou máquinas. Fazer com que todos os investimentos atinjam o objetivo final que é a preservação do meio ambiente e o uso racional dos recursos naturais é algo muito mais profundo. Depende, acima de tudo de atitudes conscientes como já discutimos nesse mesmo espaço.
Por isso, acreditamos que esse seja realmente, um grande momento para os municípios se estruturarem para a tarefa que já bate à porta. Conscientizar  suas crianças, jovens e adultos para que as estruturas montadas funcionem e sejam ferramentas eficazes na melhoria da qualidade de vida nesses mesmos municípios. E não é preciso ir muito longe para perceber quem já está fazendo sua lição de casa. É só prestar atenção nas cidades que, por menores que sejam, conseguem colocar a serviço de seus moradores itens importantes  como: Coleta e Tratamento de Esgoto; Redes de Distribuição de Água Tratada; Coleta Seletiva e Centros de Reciclagem; Projetos de Educação Ambiental em  suas Escolas entre outras atividades. Para diferenciar essas cidades daquelas que ainda estão atrasadas nesses quesitos, basta olhar para o estado de conservação e limpeza  de suas ruas. Faça o teste. Você vai sentir a diferença.
 
 
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *